Em Santana de Mangueira: Homem mata esposa e em seguida comete suicídio. Veja a matéria completa!

Pouco depois das 11 horas da manhã desta quinta-feira, 22, o negociante Francisco Pereira de Carvalho, de 39 anos, matou a esposa e depois atirou na própria cabeça. O homicídio seguido de suicídio foi no interior da residência do casal, localizada na Rua José Nunes, centro de Santana de Mangueira, no sertão do estado. Eles tinham dois filhos, um de 7 e o outro de 12 anos, e eram casados havia quase uma década e meia.

Maria de Lourdes Lopes de Lima, de 31 anos, foi atingida por um tiro e morreu na hora, enquanto Francisco, depois de matar a esposa, disparou o revólver calibre 38 na parte frontal da própria cabeça. Ele ainda foi socorrido com vida, e morreu a caminho do hospital de Itaporanga.


Na hora do fato, marido e mulher estavam sozinhos em casa, e quem primeiro chegou à residência em seguida ao fato foi um dos filhos do casal. Ao ver o pai e a mãe caídos sob uma poça de sangue, a criança correu desperepada para a casa do avô materno. Aflito, Sebastião de Carvalho, pai de Francisco, chegou rapidamente ao local, botou o ferido dentro de um carro e seguiu em direção a Itaporanga, mas, minutos depois da saída, assistiu impotente o último suspiro do filho. “Meu filho era um homem direito, trabalhador e ninguém esperava que ele fizesse uma coisa dessa”, comentou emocionado o pai durante contato com a Reportagem.

Sebastião comentou ainda que o filho sempre se queixava das brigas que tinha com a mulher, alegando que as desavenças eram provocadas por ciúmes da esposa: “Pelo que ele me dizia, a mulher tinha ciúmes dele, e por isso brigava”, disse o idoso, ao observar que Francisco parecia ter premeditado tudo, “pois, momentos antes, ele juntou os documentos da família e mandou um filho me entregar, foi aí onde eu desconfiei que ia acontecer alguma coisa, e já estava me preparando para ir até a casa dele saber o que estava acontecendo, mas logo veio a notícia que abalou todo mundo, a mãe dele está lá doente”.

( Imagem do momento em que o corpo chegou ao Necrotério em Itaporanga).


Depois da perícia no local do crime, os corpos foram encaminhados ao IML de Patos e, depois, será entregue à família para o sepultamento.

É a segunda tragédia passional ocorrida no Vale em menos de 48 horas: na noite da terça-feira, 20, o agricultor José Marcos Campos, de 35 anos, matou-se com um tiro no ouvido depois de bater na esposa. O fato foi na própria residência do casal, no sítio Logradouro, município de Coremas.

Folha do Vale/Imagens do DiamanteOnline

Nenhum comentário:

Postar um comentário