Temer sanciona lei de Aguinaldo que contribui para celeridade nos Juizados Especiais Criminais

A simplicidade nos processos judiciais busca facilitar a aplicação da lei a partir de soluções práticas que contribuem para a celeridade, como por exemplo, a não exigência de perícias.

O presidente Michel Temer (MDB) sancionou o projeto do deputado federal e líder do governo na Câmara, Aguinaldo Ribeiro (PP), que inclui a simplicidade em uma lei que trata sobre os Juizados Especiais Criminais. A lei nº 13.603 de 2018 foi publicada no Diário Oficial.

A simplicidade nos processos judiciais busca facilitar a aplicação da lei a partir de soluções práticas que contribuem para a celeridade, como por exemplo, a não exigência de perícias.

Na Câmara Federal, a proposição do deputado Aguinaldo tramitou como Projeto de Lei nº 3031/2011 e foi aprovado em regime conclusivo pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJC).

Em seu teor, Aguinaldo Ribeiro defendeu “que o Juizado Especial foi criado para julgar processos que envolvam questões não complexas e o princípio da simplicidade se apresenta justamente para tal fim”.

O PL busca corrigir uma lacuna na Lei dos Juizados Especiais que deixa claro que para os Juizados Especiais Cíveis se aplica a simplicidade e nos Criminais não aparece a expressão.

Fonte clickpb

Comentários

Aviso: Todo e qualquer comentário publicado na Internet através do Diamante Online, não reflete a opinião deste Portal.