Dólar cai pelo 2º dia e vai a R$ 3,842; Bolsa fecha em queda de 0,98%

Um ritmo de aumento mais acelerado pode atrair para os EUA recursos aplicados hoje em outras economias, como a brasileira.

O dólar comercial fechou esta quarta-feira (18) em queda de 0,12%, cotado a R$ 3,842 na venda. É a segunda baixa seguida da moeda norte-americana, que havia caído 0,49% na véspera.

O Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, fechou em queda de 0,98%, a 77.362,63 pontos. Na véspera, a Bolsa subiu 1,93% e atingiu o maior nível em mais de um mês.

Entre os destaques da Bolsa, as ações do Bradesco (-2,46%), da Petrobras(-1,95%), do Itaú Unibanco (-1,27%) e do Banco do Brasil (-0,63%) fecharam em queda. No sentido oposto, os papéis da mineradora Vale (+1,48%) registraram alta. Essas empresas têm grande peso sobre o Ibovespa.

As ações da Eletrobas dispararam 5,39%, na maior alta do dia. Nesta quarta, a Justiça liberou o leilão de seis distribuidoras de energia da estatal, uma das etapas necessárias em seu processo de privatização.

Eleições no Brasil e juros nos EUA
Com o recesso parlamentar, as atenções estavam voltadas para as decisões de partidos sobre suas pré-candidaturas e eventuais coligações nas eleições de outubro. Nesta quarta, o PTB anunciou apoio à candidatura de Geraldo Alckmin(PSDB). Investidores temem que um candidato que considerem menos comprometido com as contas públicas vença a disputa.

No exterior, o mercado ainda dava sinais de alívio após o presidente do Fed (Federal Reserve, o banco central dos Estados Unidos), Jerome Powell, indicar, na véspera, que os juros no país devem subir aos poucos. Um ritmo de aumento mais acelerado pode atrair para os EUA recursos aplicados hoje em outras economias, como a brasileira.

Fonte UOL

Comentários

Aviso: Todo e qualquer comentário publicado na Internet através do Diamante Online, não reflete a opinião deste Portal.