Flamengo minimiza eliminação da Primeira Liga e foca na Copa do Brasil

Rueda disse que a eliminação para o Paraná nas quartas de final da Primeira Liga foi uma lição dura

O primeiro insucesso desde que assumiu a direção técnica do Flamengo não abalou o técnico Reinaldo Rueda. Em rápida entrevista coletiva, o treinador rubro-negro disse que a eliminação para o Paraná nas quartas de final da Primeira Liga foi uma lição dura, mas salientou que é preciso tirar proveito dos resultados, mesmo quando eles não são bons. "Temos de saber que isso tem de nos servir para a Copa do Brasil", avisou.

Rueda disse ainda que escalou vários jogadores que não vinham atuando normalmente, mas que foi bom para poder observar os atletas dentro de uma competição. Em relação ao goleiro que enfrentará o Cruzeiro na primeira partida da final Copa do Brasil, Rueda não confirmou se escalará Alex Muralha, que cumpriu suspensão no segundo duelo da semifinal, ou Thiago, que substituiu Muralha do segundo jogo com o Botafogo. "O Muralha foi pouco exigido. Vamos analisar para tomar a melhor decisão", despistou.

Após a eliminação em Cariacica, o meia Éverton Ribeiro alertou que os jogadores não podem abaixar a cabeça. Em entrevista ao Sportv, Éverton explicou que o Flamengo entrou para vencer a partida, mas que encontrou um adversário muito fechado e que conseguiu levar a decisão para os pênaltis, como havia planejado. "Ainda temos uma Copa do Brasil, uma Sul-Americana e o Campeonato Brasileiro. Temos que seguir olhando para frente", orientou.

Além da eliminação, o Flamengo ainda vai trazer dois novos problemas na bagagem para o Rio. O atacante Felipe Vizeu sentiu dores no joelho esquerdo, enquanto o zagueiro Léo Duarte se queixou de fortes dores na coxa esquerda. Os dois foram substituídos e serão reavaliados nesta quinta-feira.

Fonte Terra

Comentários

Aviso: Todo e qualquer comentário publicado na Internet através do Diamante Online, não reflete a opinião deste Portal.