Flamengo e Vasco empatam no Maracanã

Vinicius Júnior e Wagner marcaram os gols do Clássico dos Milhões, no Maracanã, que teve poucas oportunidades de gol e confusão nos acréscimos da etapa final

O clássico entre Flamengo e Vasco terminou empatado em 1 a 1 neste sábado, no Maracanã, com gols de Vinicius Júnior e Wagner. A partida não teve grandes emoções, com a defesa cruz-maltina bem encaixada e não dando espaço ao rival. No fim, uma confusão generalizada resultou na expulsão de Riascos, Breno, Rhodolfo e Cuéllar. Dois de cada, time, ficou tudo igual no Maraca.

O resultado foi pior para o Flamengo, que perdeu a liderança para o Atlético-MG. O Vasco, por sua vez, chegou a oito pontos e pulou para a quinta posição.

Em jogo de quatro expulsões, Fla e Vasco empatam no Maracanã
Vinicius Júnior e Wagner marcaram os gols do Clássico dos Milhões, no Maracanã, que teve poucas oportunidades de gol e confusão nos acréscimos da etapa final

O clássico entre Flamengo e Vasco terminou empatado em 1 a 1 neste sábado, no Maracanã, com gols de Vinicius Júnior e Wagner. A partida não teve grandes emoções, com a defesa cruz-maltina bem encaixada e não dando espaço ao rival. No fim, uma confusão generalizada resultou na expulsão de Riascos, Breno, Rhodolfo e Cuéllar. Dois de cada, time, ficou tudo igual no Maraca.

O resultado foi pior para o Flamengo, que perdeu a liderança para o Atlético-MG. O Vasco, por sua vez, chegou a oito pontos e pulou para a quinta posição.

Faro artilheiro de Vini Jr

O Flamengo encontrou dificuldades para superar a marcação do Vasco, que se defendeu com duas linhas de quatro bem próximas. O Rubro-Negro tentou as jogadas laterais, mas Renê e Rodinei também estavam bem marcados. Assim, a finalização de fora da área foi a solução encontra por Everton Ribeiro para levar perigo à meta do adversário.

Martin Silva defendeu o chute do camisa 7, mas a bola ficou viva na área. Quem chegou nela foi Vinicius Júnior, e o garoto mostrou faro de artilheiro. No lugar certo, na hora certa, abriu o placar para o Flamengo.

Cruz-Maltino bom de cabeça

A resposta do Vasco foi imediata. Yago Pikachu cobrou escanteio pela direita, Rios desviou na primeira trave e Wagner, de cabeça, deixou tudo igual no Maracanã. A bola aérea voltou a levar perigo ao Fla e Diego Alves foi inseguro em algumas bolas, assustando a torcida. O capitão Réver fez o mesmo, quando desviou cruzamento e quase marcou contra.

O time de Zé Ricardo finalizou mais vezes, mas o clássico foi para o intervalo empatado. Destaque para a bicicleta de Thiago Galhardo, defendida pelo camisa 1 do Flamengo.

Ataque contra defesa

Disposto a manter-se na liderança do Brasileirão, o Flamengo foi para cima do Vasco na etapa final. O Vasco, com boa troca de passes no ataque, conseguiu equilibrar a partida e não chegou a ser pressionado.

Henrique Dourado chegou a marcar, mas o impedimento já tinha sido assinalado, Na empolgação, o camisa 19 não percebeu que o jogo havia sido parado e foi comemorar com a galera, sendo avisado pelos reservas do Fla que o gol tinha sido anulado.

Depois disso, o clássico perdeu em emoção. O time de Barbieri ocupou o campo de ataque, mas a marcação do Vasco estava encaixada. Nem Martin Silva, nem Diego Alves foram ameaçados e ficou tudo igual.

No fim, o clima esquentou entre os times. O resultado da confusão generalizada foi as expulsões de Rhodolfo, Cuéllar, Riascos e Breno.

Fonte Lance!

Comentários

Aviso: Todo e qualquer comentário publicado na Internet através do Diamante Online, não reflete a opinião deste Portal.