São Paulo se despede do Morumbi com vitória e G4 garantido

Os paulistas terão confronto direto com o Flamengo, às 21h45, no Maracanã, enquanto o Leão receberá o Paraná, às 21h, no Barradão.

A relação entre clube e torcida tem uma intensidade, talvez, maior do que uma cumplicidade entre namorados. Mas, assim como a convivência entre casais, algumas datas são especiais. Nessa terça, por exemplo, muitos fieis tricolores encararam a chuva e o trânsito paulistano, independente de qualquer jantar romântico, na expectativa de um presente de despedida da equipe do São Paulo antes do ‘tempo’ de 34 dias que ambos terão de suportar por causa da Copa do Mundo. No fim, todo esforço valeu a pena. Mais do que os três pontos, o time do Morumbi goleou o Vitória por 3 a 0 e aumentou ainda mais a confiança daqueles que amam de verdade o clube.

O clima criado na noite do dia dos namorados se estenderá até a retomada do Campeonato Brasileiro, pois o São Paulo chegou a três jogos de invencibilidade, não corre risco de ficar de fora do G4 e pode terminar a 12ª rodada na vice-liderança, posição que ocupará pelo menos até essa quarta com seus 23 pontos, a três pontos do líder Flamengo.

Por outro lado, o Vitória terá muito trabalho para se redimir dos maus tratos ao seu torcedor. O desgaste é grande, apesar de uma separação estar fora de cogitação. A reaproximação, no entanto, dependerá de uma reação que tire a equipe da atual 15ª colocação, com os poucos 12 pontos. A zona de rebaixamento ainda pode causar muita briga.

Entre os mais românticos, ninguém superou Nenê. O camisa 7 escreveu um capítulo à parte ao apimentar um primeiro tempo até então sem sal com dois belos gols. O marido da Jéssica, assim, se isolou ainda mais na artilharia entre os tricolores, agora com 10 gols nessa temporada.

Como quase sempre costuma acontecer, um terceiro elemento apareceu para atrapalhar. Pouco antes do segundo gol de Nenê, o árbitro Igor Junio Benevenuto de Oliveira resolveu estragar a noite perfeita ao expulsar Yago de forma direta, aos 39 minutos da etapa inicial, e acabar de vez com a harmonia junto ao time baiano.

Com o cenário favorável, o São Paulo brindou o momento especial com mais um gol no segundo tempo, dessa vez anotado por Everton, com bela assistência de Lucas Fernandes. Aliás, o jovem meia foi o único a cometer um deslize pelo lado são-paulino ao solar Neilton e também ir para o chuveiro mais cedo. O perdão, no entanto, foi concedido pelas arquibancadas sem muitas discussões.

No fim, o São Paulo poderia até ter judiado seu convidado, mas preferiu acariciar, o suficiente para evitar problemas ainda mais graves entre rubro-negros e sair do Morumbi de mãos dadas, com a consciência tranquila, diante de seu torcedor.

O momento de calmaria em função da Copa do Mundo tem data para terminar. Dia 18 de julho, uma quarta-feira, tanto São Paulo quanto Vitória voltam a testar a paciência e a tolerância de seus acompanhantes assíduos. Os paulistas terão confronto direto com o Flamengo, às 21h45, no Maracanã, enquanto o Leão receberá o Paraná, às 21h, no Barradão.

Fonte Gazeta Esportiva

Comentários

Aviso: Todo e qualquer comentário publicado na Internet através do Diamante Online, não reflete a opinião deste Portal.