Radiografia da política: em Itaporanga, polarização se dá entre os grupos de Lucélio e João

O candidato José Maranhão conta com o apoio de Ricardo Pinto, que é presidente do MDB local

A radiografia da política se volta novamente para a região do Vale do Piancó, e dessa vez para diagnosticar a política de Itaporanga. Os principais grupos políticos da cidade, em 2018, estão divididos entre as candidaturas de Lucélio Cartaxo para o Governo do Estado (PSD) e João Azevedo (PSB).

A cidade é atualmente administrada pelo prefeito Divaldo Dantas (PSB), eleito pelo MDB com 55,60% dos votos contra 45,40% dos votos de Djaci Júnior, que concorreu pelo PSDB. Após a eleição, Divaldo se filiou ao PSB e passou a apoiar o governador Ricardo Coutinho.

A cidade também conta com 11 vereadores, dos quais 8 apoiam o atual governo municipal, enquanto que os demais são oposicionistas. Outras lideranças políticas da cidade são o ex-prefeito Audiberg Alves de Carvalho, do mesmo agrupamento político do prefeito, que governou a cidade de 2012 a 2016, e o ex-prefeito e ex-deputado estadual Djaci Brasileiro, que governou entre 2004 e 2008 e hoje faz oposição ao governo municipal.

Apoios em 2018

O prefeito Divaldo Dantas irá apoiar Tarciano Diniz (Avante) na disputa proporcional para deputado estadual. Ele também estará no palanque de Gervásio Maia para deputado federal e João Azevedo para o Governo do Estado. O ex-prefeito Berguinho, aliado de Divaldo, deverá seguir essa mesma linha, divergindo apenas no apoio para deputado estadual. Ele votará em Hervázio Bezerra (PSB) para deputado estadual.

Fontes ouvidas pela reportagem indicam que o ex-prefeito e adversário político de Divaldo, Djaci Brasileiro (PSDB) poderá apoiar Lindolfo Pires (pros) para deputado estadual, além de Rui Carneiro para o cargo de deputado federal e Lucélio Cartaxo para o Governo do Estado.

O candidato José Maranhão conta com o apoio de Ricardo Pinto, que é presidente do MDB local. Ele também poderá receber o apoio de alguns vereadores da cidade.

Contextualização

Conta-se que o território de Itaporanga foi desbravado por um padre chamado Lourenço e pelos irmãos Alexandre Gomes, João Mateus e Joaquim Carnaúbas, responsáveis por iniciar um povoado no local. Com o crescimento da região, o território passou a ser distrito de Pombal, depois de Piancó, e se emancipou politicamente em 09 de janeiro de 1865. A cidade era dominada pelo clã "Geninapo", de onde saiu boa parte das lideranças políticas há muitos anos.

Dados

Itaporanga possui cerca de 25 mil habitantes e 15.879 eleitores. A cidade polariza a região do Vale do Piancó, que é constituída por 18 municípios. A cidade é conhecida por realizar o tradicional "Maior São Pedro do Mundo" e também pelo monumento de 30 metros de altura dedicado ao "Cristo rei".

Fonte Polêmica PB

Comentários

Aviso: Todo e qualquer comentário publicado na Internet através do Diamante Online, não reflete a opinião deste Portal.