Agricultor é preso, acusado de estupro no Vale do Piancó

Dias depois da violência que sofreu, a mulher procurou a delegacia de Itaporanga para denunciar o caso e, em função disso,

O delegado Glêberson Fernandes e sua equipe cumpriram, na tarde dessa quinta-feira, 16, mandado de prisão contra o agricultor Auce Sousa da Silva, de 34 anos, morador do sítio Barreiro, município de Curral Velho.

A Justiça também autorizou, a pedido do delegado, uma busca em sua residência, onde foram apreendidos uma espingarda calibre36 e um facão. Foi exatamente utilizando essas armas que, conforme o delegado, o agricultor ameaçou e estuprou uma mulher no dia 28 de setembro passado.

A vítima mora na mesma área rural do acusado, que nega o crime, mas seu depoimento não convenceu o delegado.

Dias depois da violência que sofreu, a mulher procurou a delegacia de Itaporanga para denunciar o caso e, em função disso, passou a ser ameaçada pelo acusado.

Na tarde da última quarta-feira, ela, desesperada, voltou a procurar a delegacia para denunciar asameaças cada vez mais contundentes que vinha sofrendo, motivando uma ação imediata do delegado Glêberson.

Logo na manhã dessa quinta-feira, ele representou pela prisão temporária do acusado e por uma busca e apreensão em sua casa, o que foi de imediato deferido pelo juiz Antônio Eugênio.

Conforme o delegado, a resposta do juiz foi imediata e importante para a ação policial.  Poucas horas depois, o homem já estava preso.

Depois de autuado por posse ilegal de arma, ele foi recolhido à cadeia por força da ordem de prisão temporária por 30 dias.

O que poderá ser, posteriormente, convertida em preventiva, uma vez que há evidências contundentes de que ele cometeu o crime de estupro contra a mulher.

 

Fonte Folha do Vale

Comentários

Aviso: Todo e qualquer comentário publicado na Internet através do Diamante Online, não reflete a opinião deste Portal.