João Azevedo explica composição da chapa e diz que segunda vaga de senador será discutida

Com a decisão de Ricardo Coutinho de permanecer no cargo e não lançar candidatura ao Senado, João Azevedo apontou que será dada uma nova configuração à chapa.

O pré-candidato a governador pelo PSB, João Azevedo, aguarda a resposta de Veneziano em relação à composição de chapa na vaga de senador. O deputado Veneziano foi contatado. Nós esperamos que ele apresente o mais rápido possível a sua decisão. Será extremamente honroso compor e caminhar essa Paraíba ao lado de Veneziano por tudo que ele representa, destacou João Azevedo.

Ele ressaltou ainda em entrevista nesta sexta-feira (06) que há muito tempo para conversar sobre a chapa. “Essa chapa não pode ser nenhuma decisão a ser tomada de supetão, considerou. Com a decisão de Ricardo Coutinho de permanecer no cargo e não lançar candidatura ao Senado, João Azevedo apontou que será dada uma nova configuração à chapa.

Nós temos agora outro formato. Com a decisão do governador de ficar, abre-se uma segunda vaga para o cargo de senador. Nós vamos ter tempo porque as convenções só acontecem a partir de 20 de junho, destacou o pré-candidato.

Segundo João Azevedo, a sua candidatura terá um arco de alianças que poderá chegar a até 20 partidos. Qualquer partido que entenda que o projeto que nós representamos e o melhor para a Paraíba, nós vamos sentar e dialogar, afirmou. A relação com o PDT, da vice-governadora Lígia Feliciano, permanece da mesma forma, segundo declaração de João Azevedo.

Nos próximos 15 dias, João Azevedo deve começar a montar a equipe que irá acompanhar sua candidatura a partir das convenções. Estamos montando a equipe. Nesses próximos 15 dias o conselho político e toda equipe que vai começar a montar o que efetivamente será chamado de campanha só a partir da convenção, detalhou.

João Azevedo ainda afirmou ter concordado com a decisão de Ricardo Coutinho permanecer no cargo até o fim do mandato. Ele deixou claro que não seria o cargo de senador que o faria desistir e pôr em risco um projeto que fez tão bem à Paraíba, afirmou.

Para João Azevedo, a permanência de Ricardo no cargo fortalece o projeto político defendido por eles e, consequentemente, sua candidatura. Ricardo deu uma aula aqui acima de tudo de democracia, de civilidade e de demonstração de desapego a cargo público. O que nós temos que pensar é no futuro da Paraíba, no futuro das pessoas, declarou o ex-secretário de Infraestrutura.

Em entrevista na manhã desta sexta-feira, Ricardo anunciou que permanece no cargo de governador até o fim de seu mandato. O governador estava sendo cotado como possível candidato a cargo de senador nas próximas eleições.

Fonte clickpb

Comentários

Aviso: Todo e qualquer comentário publicado na Internet através do Diamante Online, não reflete a opinião deste Portal.