Estava tudo muito fácil: Veneziano vai dando adeus ao sonho de ser SENADOR

São essas e outras, além de espaços necessários para coligações partidárias, que podem fazer com que Ricardo Coutinho seja forçado a reavaliar e retirar Veneziano da sonhada vaga de senador, antes mesmo do que se imaginava.

O que parecia algo possivelmente concreto começou a desmoronar, no finalzinho da tarde de ontem, para o deputado federal Veneziano Vital do Rêgo (PSB-PB).

A Procuradoria-Geral da República, esfera MAIOR do Ministério Público Federal do Brasil, que hoje tem na sua representação máxima, Raquel Dodge, a mulher que vem se tornando o pesadelo para os políticos que têm na sua vida pública algum histórico de corrupção ativa ou passiva, crimes do colarinho branco, dilapidação do patrimônio público, malversação, além de crimes de várias naturezas, está acusando o deputado federal Veneziano Vital do Rêgo Segundo Neto (PSB-PB), de no ano de 2006, quando era prefeito de Campina Grande, junto com mais três pessoas, ter desviado dinheiro público.

Segundo a Procuradoria-Geral da República (PGR), em 2006, o então prefeito de Campina Grande teria se apropriado de um montante financeiro destinado à compra de equipamentos e material de consumo para a instalação de um banco de alimentos no município. O esquema teria incluído a dispensa indevida de licitação, a apresentação de notas fiscais falsas e o saque do valor do convênio na boca do caixa do Banco do Brasil. Depois de o próprio VENEZIANO assinar o cheque destinado ao pagamento da suposta empresa contratada, teria recebido de volta o montante repassado pelo Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome.

Claro que ainda cabe a devida defesa, pois, por enquanto, é apenas uma acusação, e do ponto de vista legal não dá tempo de interferir num possível registro de candidatura que só deve acontecer após as convenções. Entretanto, para um NEO-socialista é muito difícil de se sustentar, principalmente ao lado do paladino da moral que atende pelo nome - Ricardo Vieira Coutinho.

Logo, Ricardo! CARREGAR um peso desses na majoritária?

Primeiro é a situação do seu irmão, o ministro do Tribunal de Contas da União, ex-senador Vital do Rêgo, que já enfrenta problemas de denúncias na operação Lava Jato e respinga o tempo todo no deputado Veneziano. Depois vem o PT que o rotula de GOLPISTA e além de dizer que não vota em Veneziano para senador, ameaça até abandonar a chapa do PSB para lançar candidatura própria, não aceitando sequer composição com o Neo-Socialista. E agora, em pleno ano eleitoral, além dos vários problemas e processos que já enfrenta na Justiça, o deputado Veneziano Vital do Rêgo, num dos mais complicados períodos históricos do Brasil, que vive uma tendência de uma verdadeira limpeza dos políticos corruptos, sofre uma duríssima denúncia da Procuradoria Geral da República (PGR) ao Supremo Tribunal Federal (STF).

Aliado a todos esses fatos, ainda tem a questão dos socialistas históricos que não aceitam a indicação de Veneziano para receber de presente uma vaga no Senado Federal, e já dizem que não farão nenhum esforço numa possível disputa sua ao Senador.

Realmente, não deve ser fácil para nomes como Estela Bezerra, Gervásio Maia, Ricardo Barbosa, Adriano Galdino, etc.

São essas e outras, além de espaços necessários para coligações partidárias, que podem fazer com que Ricardo Coutinho seja forçado a reavaliar e retirar Veneziano da sonhada vaga de senador, antes mesmo do que se imaginava.

Fonte resumopb

Comentários

Aviso: Todo e qualquer comentário publicado na Internet através do Diamante Online, não reflete a opinião deste Portal.