Paraíba tem mais de 680 pessoas na fila de espera para transplantes

Obviamente dependemos de outras variais como a oferta e a compatibilização de órgãos”, disse o secretário.

A fila de espera para transplante de rim, fígado ou córnea tem 688 pacientes no Estado. Os dados são da Secretaria de Saúde da Paraíba e revelam a necessidade de que mais pessoas se tornem doadoras de órgãos.


Segundo a Saúde do Estado, até o dia 6 deste mês, 327 pessoas aguardavam na fila de espera por um transplante de rim, 358 esperando por um transplante de córnea e outras três pessoas aguardavam por um transplante de fígado.

“A demanda se dá quando é constatada a falência do órgão e diagnosticada a necessidade de transplante. Depois, médico encaminha o paciente para se consultar com médico transplantador, para que sejam realizados exames específicos no pré-transplante, e o mesmo inscrito em lista de espera”, informou a Saúde sobre como funciona o processo de entrada na lista de espera para transplante.

Atualmente, os transplantes de rins estão sendo feitos nos hospitais Hospital Antônio Targino, em Campina Grande, e Hospital Nossa Senhora das Neves e Hospital memorial São Francisco, ambos em João Pessoa. Já o transplante de fígado é realizado no Hospital Unimed, em João Pessoa.

Nessa terça-feira (7), a Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) assinou um convênio com os hospitais Memorial São Francisco e Nossa Senhora das Neves para aumentar a oferta de transplante de rim.

De acordo com o secretário de Saúde da Capital, Adalberto Fulgêncio, a expectativa é de que a fila de espera para transplantes seja diminuída com o decorrer das cirurgias.

“Iremos aumentar a nossa oferta para mais seis transplantes renais a cada mês. Obviamente dependemos de outras variais como a oferta e a compatibilização de órgãos”, disse o secretário.

Fonte resumopb

Comentários

Aviso: Todo e qualquer comentário publicado na Internet através do Diamante Online, não reflete a opinião deste Portal.