Meteorologistas esperam chuvas dentro da média histórica no Sertão, em 2018

A Aesa acredita que os açudes localizados no semiárido paraibano sejam recarregados com as chuvas de 2018.

O ano de 2018 iniciou sem perspectivas de chuvas em quantidade significante para o semiárido nordestino, nesta primeira quinzena de janeiro, segundo os principais institutos de meteorologia, consultados pelo Radar Sertanejo. A maioria dos reservatórios de água já secaram e muitas cidades estão à beira do colapso ou sendo abastecidas com carros-pipas.

No entanto, para este ano são esperadas chuvas dentro da média histórica no Sertão e Alto Sertão, paraibano. O anúncio que tranquiliza mais a população sertaneja foi feito na última semana pela Agência Executiva de Gestão das Águas do Estado da Paraíba (Aesa), em Campina Grande.

A Aesa acredita que os açudes localizados no semiárido paraibano sejam recarregados com as chuvas de 2018. Essa esperança aumentou depois que os meteorologistas do Governo do Estado anunciaram a previsão climática para o próximo trimestre.

De acordo com o setor de Monitoramento e Hidrometria da Aesa, os últimos seis anos foram de chuvas abaixo da média histórica na maior parte do Estado.

Fonte Radar Sertanejo

Comentários

Aviso: Todo e qualquer comentário publicado na Internet através do Diamante Online, não reflete a opinião deste Portal.