Câmara reprova três prestações de contas de ex-prefeita que está com o poder na mão, no Vale

A ex-prefeita tem seis vereadores aliados na Câmara, que tentaram, mais uma vez, adiar a votação, mas o presidente Hermógenes Xavier manteve

Depois de sucessivos adiamentos em razão de estratégias e manobras adotadas por sua base política na Câmara para evitar o julgamento Legislativo de suas contas, a ex-prefeita Flávia Galdino, mãe do atual prefeito Daniel Galdino, não conseguiu se livrar do veredicto da Câmara Municipal, que não foi nada agradável para o futuro político da ex-prefeita.

Com parecer do Tribunal de Contas do Estado (TCE) contrário à aprovação de três prestações de contas da ex-prefeita em face de diversas e graves irregularidades, entre as quais gastos milionários sem comprovação, as contas de Flávia Galdino relativas aos exercícios financeiros de 2009, 2011 e 2012 foram pautadas e votadas na sessão da noite dessa quinta feira (10).

A ex-prefeita tem seis vereadores aliados na Câmara, que tentaram, mais uma vez, adiar a votação, mas o presidente Hermógenes Xavier manteve a pauta e botou as contas em julgamento. Os aliados de Flávia se recusaram a votar, mas os cinco vereadores da oposição foram unânimes em manter o parecer do TCE, ou seja, julgando pela reprovação das contas de Flávia Galdino, o que a torna inelegível pelos próximos 24 anos.

Mas além dessa sentença Legislativa que compromete seus direitos políticos pelas próximas décadas, a ex-prefeita também já sofreu condenações na Justiça, o que também tira a possibilidade da ex-gestora municipal concorrer a qualquer cargo eletivo e ocupar qualquer cargo público por indicação política.

Fonte Folha do Vali

Comentários

Aviso: Todo e qualquer comentário publicado na Internet através do Diamante Online, não reflete a opinião deste Portal.