RJ em estágio de crise: Chuva causa mortes, deslizamentos, quedas de árvores e bolsões dágua

O solo encharcado aumenta as chances de novos deslizamentos de terra na Costa Verde e na Região Metropolitana

Pelo menos três pessoas morreram e duas estão desaparecidas depois da tempestade da noite da quarta-feira (6) no Grande Rio. A forte chuva acompanhada de ventania causou apagões, derrubou árvores, alagou vias e fez desabar outro trecho da Ciclovia Tim Maia.

O prefeito Marcelo Crivella afirmou que a situação mais crítica é na Niemeyer. “Vai demorar mais de um dia inteiro para normalizar”, disse. Um ônibus está soterrado, e há a suspeita de que dois passageiros estejam feridos dentro.

Crivella decretou luto oficial de três dias pelas mortes.

Telefones úteis
O Corpo de Bombeiros atende no telefone 193 e auxilia em incêndios, acidentes de trânsito e incidentes em elevadores, entre outros.

Riscos de desabamentos, decorrentes de chuva ou não, devem ser informados à Defesa Civil Municipal ou Estadual, no telefone 199. Os órgãos recomendam que moradores se cadastrem no serviço gratuito de alertas via SMS. Basta enviar o CEP do imóvel para o número 40199, por mensagem de texto.

Resumo
A tormenta começou por volta das 20h30, quando o Rio entrou em estágio de atenção;
Às 22h15, passou-se para o estágio de crise;
Três mortes: duas em Barra de Guaratiba e uma na Rocinha;
Duas pessoas estão desaparecidas na Avenida Niemeyer, onde novo trecho da ciclovia desabou com deslizamento de terra. A via está interditada;
Às 3h, eram 64 árvores caídas; algumas derrubaram a fiação e causaram apagões;
Registraram-se rajadas de 110 km/h no Forte de Copacabana, o que carateriza tempestade violenta;
Chove fraco nesta manhã, e há pontos de alagamento na Barra e na Zona Sul.
Previsão para esta quinta
Áreas de instabilidade associadas a um sistema de baixa pressão mantêm as condições de chuva para o Rio nesta quinta (7). Na parte da tarde, aumentam as chances de tempestade.

O solo encharcado aumenta as chances de novos deslizamentos de terra na Costa Verde e na Região Metropolitana, além de novos pontos de alagamentos.
A temperatura máxima prevista é de 28°C na Região Metropolitana. O mar continua agitado, com ondas de pelo menos um metro.

Trânsito e transportes
Com a interdição da Avenida Niemeyer, a Autoestrada Lagoa-Barra sobrecarregou – opções são o Alto da Boa Vista ou mesmo a Linha Amarela, que têm fluxo intenso.

A circulação das três linhas do metrô está normal nesta manhã. O BRT chegou a interromper as atividades às 21h25, mas no fim da noite voltou a operar com intervalos irregulares.

O Alto da Boa Vista, o Túnel Zuzu Angel e a Autoestrada Grajaú-Jacarepaguá já foram liberados, após interdição em todas as vias por quedas de árvores. A Praça Santos Dumont, na Gávea, está bloqueada por bolsão dágua.

Fonte Assessoria

Comentários

Aviso: Todo e qualquer comentário publicado na Internet através do Diamante Online, não reflete a opinião deste Portal.