Palmeiras enfrenta Bolívar e altitude na volta da Libertadores

Clubes jogam em La Paz pela terceira rodada da fase de grupos.

Válido pela terceira rodada do Grupo B da Copa Libertadores da América, Bolívar e Palmeiras se enfrentam no Estádio Hernando Siles, em La Paz, na Bolívia, nesta quarta-feira (16), às 21h30 (horário de Brasília).

O Verdão é líder invicto do Grupo B, com seis pontos em dois jogos. O atacante Luiz Adriano, com quatro gols, é o vice-artilheiro do torneio. O Bolívar é o terceiro colocado com três pontos - venceu o Tigre, da Argentina, mas perdeu para o Guaraní, do Paraguai, antes da paralisação.

As duas equipes já se enfrentaram duas vezes na Libertadores, ambas em 1995, com uma vitória para cada lado.

Luiz Adriano, poupado contra o Sport no último domingo (13) por conta de uma mialgia na coxa esquerda, viajou com o elenco e voltará ao time. As atividades foram feitas no estádio do The Strongest. Luiz é o artilheiro do time na temporada com 11 gols marcados. Gustavo Gómez e Patrick de Paula, outros que ficaram fora contra o Sport, também retornam.

O preparador físico Antônio Mello explicou o planejamento do clube para minimizar os efeitos da altitude em La Paz.

- Nós viemos para cá (Bolívia) para recuperar os jogadores que atuaram contra o Sport e viemos com antecedência principalmente para identificar os problemas que a altitude traz e que podem interferir diretamente nas ações de jogo - afirmou o preparador.

Mello falou sobre os efeitos da altitude no desempenho dos atletas.

- Primeiramente, um dos empecilhos é a hiperventilação, que é a respiração ofegante, depois vem a rarefação do ar, que traz uma dor de cabeça, uma tontura. Isso tudo já foi superado hoje (segunda-feira) no treino. Os atletas responderam muito bem e agora estamos fazendo um trabalho específico para os goleiros - completou, antes de alertar para outras dificuldades:

- A bola em uma distância de 50 a 60 metros toma uma trajetória muito irregular e estamos preparando nossos goleiros para isso. Viemos com finalidades. É um trabalho simples, mas muito eficiente. A ideia é minimizar com confiança e sabedoria os efeitos da altitude e buscar um bom resultado.

O clube boliviano deve ter um desfalque importante para confronto contra o Palmeiras. Segundo o técnico Claudio Vivas, o meia-atacante Pedro Azogue ainda se recuperando da Covid-19 e está em isolamento.

- Está isolado. Trabalha em horários distintos e precisa de um trabalho psicológico para lidar com este momento. Pelo que sabemos a infecção está na reta final e tomamos medidas de prevenção - declarou.

Caso não escale Azogue, o Bolívar deve começar o jogo com o espanhol Álvaro Rey.

BOLÍVAR X PALMEIRAS
Data/hora: 16/9/2020 - 21h30 (de Brasília)
Local: Hernando Siles, La Paz (BOL)
Árbitro: Piero Maza (Fifa/CHI)
Assistentes: José Retamal e Edson Cisternas, ambos do Chile

BOLÍVAR: Rojas; Ribera, Jusino e Paredes; Machado, Oviedo (Bejarano), Saavedra, Flores e Pedro Azogue (Álvaro Rey); Pereyra e Arce. Técnico: Claudio Vivas

Dúvida: Pedro Azogue (recupera-se da Covid-19).

PALMEIRAS: Weverton, Marcos Rocha, Luan, Gustavo Gómez e Matías Viña; Patrick de Paula, Gabriel Menino, Zé Rafael e Lucas Lima; Wesley e Luiz Adriano. Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

Desfalques: Felipe Melo (ficou treinando no Brasil), Luan Silva e Lucas Esteves (machucados).

Fonte R7.com

Comentários

Aviso: Todo e qualquer comentário publicado na Internet através do Diamante Online, não reflete a opinião deste Portal.