Banco Central anuncia novidades para o PIX

Um estudo do Data Nubank revelou que 49% das transações por Pix acontecem depois das 17h.

O Banco Central do Brasil anunciou algumas inovações previstas para o Pix, sistema de pagamentos instantâneos. As novidades fazem parte da agenda do Banco Central de 2021, com o objetivo de entregar um serviço cada vez mais amplo e eficiente. Com cerca de cinco meses de funcionamento, o Pix já ultrapassou TEDs e DOCs em volume e quantidade de transações mensais. Um estudo do Data Nubank revelou que 49% das transações por Pix acontecem depois das 17h em dias úteis ou em fins de semana.

Conheça as principais mudanças:

QR Code do Pagador

Permissão para que as pessoas paguem por Pix mesmo se estiverem off-line. Ou seja, vai ser possível ao usuário fazer pagamentos em estabelecimentos comerciais ou transferências quando não tiver acesso à internet. A expectativa é que o QR Code do Pagador esteja disponível até o final de 2021.

Saque Pix

Essa função ainda está em desenvolvimento e deve estar disponível no terceiro trimestre deste ano. O objetivo é aumentar a capacidade de pontos de saque e melhorar as condições de oferta pelas instituições, reduzindo os custos para usuários finais.

Pix duplicata

O lançamento desta opção deve acontecer só em 2022. A funcionalidade vai permitir o pagamento nos casos em que uma cobrança Pix esteja vinculada a uma duplicata, proporcionando a antecipação de cobranças no Pix.

Padronização de arquivo

Visando incentivar ainda mais competição, os arquivos de remessa e retorno que facilitam transações em lote no Pix Cobrança serão padronizados, o que é uma ótima notícia para clientes PJ: será mais fácil trocar a instituição com a qual possui relacionamento comercial, com a redução do custo de mudanças nos sistemas de automação de vendas.

Fonte Assessoria

Comentários

Aviso: Todo e qualquer comentário publicado na Internet através do Diamante Online, não reflete a opinião deste Portal.