PB: 43,5% cidades são geridas por negros

Ainda conforme o levantamento, nas eleições de 2016, entre os 568 candidatos, 40,7% eram pretos ou pardos.

Das 223 prefeituras paraibanas, 43,5% são geridas por um negro. É o que aponta o estudo de Desigualdades Sociais por Cor ou Raça no Brasil, divulgado nesta quarta-feira (13), pelo IBGE. Ainda conforme o levantamento, nas eleições de 2016, entre os 568 candidatos, 40,7% eram pretos ou pardos.

O número é diferente dos demais dados estaduais, que mostram desigualdade racial na Assembleia Legislativa da Paraíba e também na representação do estado na Câmara dos deputados.

Conforme o estudo, na AL, das 36 cadeiras disponíveis, apenas 12 são ocupadas por negros, o que aponta representatividade de 33,3%. Já a proporção de candidatos aos cargos era maior, quando quase metade dos que colocaram na disputa pertenciam à raça.

No que se refere às receitas, entre os candidatos que tiveram orçamento de mais de R$ 500 mil, apenas 25% eram pretos ou pardos, enquanto nas categorias “de 50 mil a 500 mil” e “menos de 50 mil”, os indicadores foram 33,8% e 55,5%, respectivamente.

Na Câmara Federal, das 159 candidaturas de 2018, 55 foram de pessoas pretas ou pardas e destas, cinco foram eleitas.

O estudo ressalta que a promoção dos direitos da população preta ou parda está ligada à ampliação da participação política, para o desenvolvimento de políticas públicas e tomadas de decisão. No contexto geral do Brasil, a publicação identificou que há uma sub-representarão desse grupo populacional na Câmara dos Deputados, Assembleias Legislativas Estaduais e Câmara de Vereadores.

 

Fonte MaisPB

Comentários

Aviso: Todo e qualquer comentário publicado na Internet através do Diamante Online, não reflete a opinião deste Portal.