Neta de Pinto do Acordeon é vítima de racismo e agressão física em escola de João Pessoa: “Negrinha bocuda”

Na última sexta – feira (19), a filha de Pinto do Acordeon denunciou agressões sofridas pela filha no Colégio Master Bessa, em João Pessoa, após uma discussão com uma colega de classe.

Na última sexta – feira (19), a filha de Pinto do Acordeon denunciou agressões sofridas pela filha no Colégio Master Bessa, em João Pessoa, após uma discussão com uma colega de classe. Ela relata que a filha de onze anos, foi agredida física e verbalmente pela tia da menina, a Corretora de Imóveis Karina Araruna que chamou a criança de “negrinha bocuda” e chegou a cuspir no rosto da criança.

“A Maria estava na escola, estudando, uma tia de uma coleguinha de sala dela foi até lá, agrediu a menina verbalmente a chamando de gorda, bocuda e dizendo que ela tem um olhão e ainda agrediu fisicamente puxando o nariz da criança de 11 anos e o mais absurdo foi que ela ainda cuspiu na cara da criança,” relatou Duna, filha de Pinto do Acordeon.

Duna informou que o caso corre na justiça, onde foi registrado um boletim de ocorrência contra a agressora.

Fonte ClickPB/Blog do Bruno Lira

Comentários

Aviso: Todo e qualquer comentário publicado na Internet através do Diamante Online, não reflete a opinião deste Portal.