Presidente da Câmara de Triunfo se esconde para não ser notificado pela Justiça, diz advogado

“Está se escondendo, inclusive é de conhecimento de todos que ele se encontra na cidade", declarou o ex-gestor

O advogado e ex-prefeito da cidade de Triunfo, Damísio Mangueira (MDB), acusou nesta sexta-feira (21), o presidente da Câmara Municipal, Fagner Lisboa (Faguinho – PSB) de estar se escondendo para não ser notificado da decisão judicial, que manda retornar a Casa Legislativa três vereadores afastados do cargo.

Esta semana o Desembargador do Tribunal de Justiça da Paraíba, José Ricardo Porto reformou a decisão de primeira instância que extinguiu os mandatos dos vereadores Marcos Antônio (PTB), Batista Macena (PSB) e Manoel Silveira (Manoelzinho – PTB).

“Está se escondendo, inclusive é de conhecimento de todos que ele se encontra na cidade, mas se esquivou de receber a notificação, inclusive tendo avisado no trabalho de que não iria estes dias, já prevendo” declarou o ex-gestor dizendo acreditar que Faguinho estaria aguardando o pagamento do duodécimo da Câmara para ser notificado somente depois, desobrigando-o a efetuar o pagamento de salário aos vereadores que vão retornar a Casa Legislativa.

Oposição

O vereador oposicionista a gestão municipal, Dirceu Batista (PROS) disse acreditar que a notificação deverá ser feita ao presidente somente no próximo ano, mas assegurou que a decisão judicial tem que ser acatada pelo Poder Legislativo.

Ele explicou que o presidente vai convocar sessão extraordinária para votação da Lei Orçamentária Anual, pois apenas algumas emendas foram votadas e a Câmara está em recesso de final de ano.

O presidente

A redação do Diário do Sertão tentou contato com Faguinho, porém, o telefone estava desligado.

Fonte Diário do Sertão

Comentários

Aviso: Todo e qualquer comentário publicado na Internet através do Diamante Online, não reflete a opinião deste Portal.