Nem pasta nem vaga: aliados do Governo, suplentes na ALPB seguem sem expectativa de ascensão

Até agora nenhum ascendeu a posto algum, seja como titular de uma cadeira na Casa de Epitácio Pessoa

Passados mais de 30 dias do início do Governo João Azevêdo (PSB), a expectativa para o reaproveitamento dos suplentes de deputado estadual, aliados da situação, que não conquistaram o mandato nas eleições de 2018, fica cada dia mais latente.

Até agora nenhum ascendeu a posto algum, seja como titular de uma cadeira na Casa de Epitácio Pessoa, beneficiando-se por algum remanejamento na Casa. Estão nessa situação pelo menos quatro aliados, são eles: Lindolfo Pires (Podemos), Anísio Maia (PT), Trócolli Júnior (Podemos) e Raoni Mendes (DEM).

A expectativa é que alguns sejam reaproveitados no próprio mandato na ALPB, enquanto os titulares assumam alguma pasta no Governo, ou eles mesmos (os suplentes) venham a ocupar os cargos ainda vagos na gestão Azevêdo.

Nenhum dos quatro fala sobre o tema, abertamente, por enquanto, para evitar que sejam mal interpretados por suposta pressão, mas todos aguardam com expectativa uma solução para suas "derrotas particulares".

Fonte Blog do Ninja

Comentários

Aviso: Todo e qualquer comentário publicado na Internet através do Diamante Online, não reflete a opinião deste Portal.