Sargento da Polícia é pronunciado e será julgado pelo júri popular por feminicídio, em Itaporanga

Damir como é conhecido o Sargento, responde pelo crime de feminicídio cujo processo teve o encerramento de sua primeira faze.

O Sargento da Polícia Militar, Damião Soares Gomes, foi pronunciado pelo Juiz Antonio Eugênio Leite Ferreira Neto, que está respondendo pela 1º Vara das Execuções Penais, da Comarca de Itaporanga (PB), e vai ser levado a júri popular pela morte da sua companheira ocorrida em janeiro desse ano.

Damir como é conhecido o Sargento, responde pelo crime de feminicídio cujo processo teve o encerramento de sua primeira fase. 

O magistrado em sua decisão, proferida na manhã desta quarta-feira (11), também manteve a prisão preventiva do PM, entendendo que não houve qualquer alteração da situação de fato desde a decretação da mesma.

Agora, o Sargento irá aguardar a data do Juri Popular, recolhido em cela especial, no 3º Batalhão de Polícia Militar, na cidade de Patos. Ele é acusado de matar a Assistente Social Jaqueline Fabrícia Araújo, de 30 anos com quem era casado.

Esse será o primeiro caso de julgamento de feminicídio no Vale do Piancó, depois da modificação na legislação.

Diamante Online

Comentários

Aviso: Todo e qualquer comentário publicado na Internet através do Diamante Online, não reflete a opinião deste Portal.