Diamante On-Line

Paraíba

Bom Dia Brasil denuncia prefeito de Desterro que trabalhou apenas quatro dias em 2017

Alegando problemas de saúde, político deixou o primo no cargo e vive em outro estado

O prefeito eleito em 2016 da cidade de Desterro, no Sertão do Estado, governou a cidade por apenas quatro dias em 2017, deixando a cidade sob o comando do vice-prefeito. Dilson Almeida teve duas licenças médicas, de seis meses cada, aprovadas pela Câmara Municipal no ano passado e já aguarda o retorno do recesso dos vereadores para pedir a próxima licença.

Apesar de não dar expediente, o prefeito continua recebendo salário de R$ 10 mil, de acordo com dados do Sagres. O vice-prefeito de Desterro, Valtércio de Almeida, comandou a cidade em 2017 e ainda é primo de Dilson. O primeiro pedido de licença médica foi aprovado pela Câmara de Vereadores nos primeiros dias de 2017 sem apresentação de atestado médico.

Já na segunda licença foi apresentado um atestado citando que o prefeito eleito possui várias doenças, como pré-diabetes, síndrome do intestino irritado, colite, esofagite e estresse interno. O terceiro atestado médico, que já foi encaminhado no fim do ano passado para a Câmara diz que o prefeito sofre de cardiopatia.

O vereador de oposição, Vamberto Leite, afirmou em entrevista à TV Paraíba que “vamos encaminhar esse atestado à Previdência Social. Se ele conseguir essa licença, o ônus vai para o INSS”.

Veja a matéria e a reportagem: http://g1.globo.com/bom-dia-brasil/videos/t/edicoes/v/prefeito-de-cidade-na-paraiba-trabalhou-so-4-dias-em-2017/6413818/

Página:

https://www.diamanteonline.com.br/noticia/paraiba/2018/01/11/bom-dia-brasil-denuncia-prefeito-de-desterro-que-trabalhou-apenas-quatro-dias-em-2017/13778.html