Justiça suspende pós-graduações irregulares de faculdade na Paraíba. Saiba qual

A suspensão das atividades e interrupção de matrículas devem ocorrer em até 30 dias.

A Justiça Federal na Paraíba suspendeu as atividades dos cursos de pós-graduação da faculdade Saberes Assessoria, em Campina Grande. Segundo o Ministério Público Federal (MPF), os cursos de mestrado e doutorado da instituição não eram reconhecidos pelo Ministério da Educação (MEC) ou recomendados pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes).

O pedido foi feito pelo MPF e atendido pelo juiz federal Vinícius Costa Vidor, em caráter liminar. Além da suspensão das atividades por tempo indeterminado, com interrupção das matrículas, ficou suspensa a divulgação de todo e qualquer conteúdo publicitário, inclusive na internet, por parte da Saberes, no que diz respeito ao oferecimento dos cursos.

A suspensão das atividades e interrupção de matrículas devem ocorrer em até 30 dias. Já a publicidade deve ser interrompida no prazo de 15 dias. O G1 tentou falar com a instituição, mas as ligações não foram atendidas.

Segundo a ação ajuizada pelo procurador da República Bruno Galvão Paiva, por não possuir credenciamento junto ao MEC, a Saberes não é considerada instituição de ensino superior (IES) e, por isso, não pode ofertar cursos de nível superior. Em caso de descumprimento das medidas determinadas, a instituição será obrigada a pagar multa diária de R$ 500.

Fonte G1PB

Comentários

Aviso: Todo e qualquer comentário publicado na Internet através do Diamante Online, não reflete a opinião deste Portal.