MPF investiga supostas irregularidades no concurso da UFPB

De acordo com a portaria do MPF, o inquérito atende a uma representação feita em junho de 2016 por um dos candidatos do certame

O Ministério Público Federal (MPF) na Paraíba investiga denúncia de irregularidades em um concurso realizado pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB) em março de 2016. A denúncia foi feita em junho de 2016 por um dos candidatos do certame.

De acordo com a portaria assinada pelo procurador José Godoy Bezerra de Souza, publicada na sexta-feira (17) no Diário Eletrônico do MPF, a UFPB e a empresa responsável pela organização do concurso, Instituto de Desenvolvimento Educacional, Cultural e Assistencial Nacional (Idecan) já foram notificadas da abertura do inquérito.

O concurso da UFPB ofereceu 154 vagas em cargos de três níveis de escolaridade. Segundo a organização do concurso, 87.260 pessoas se inscreveram na seleção, mas cerca de 22% faltaram às provas objetivas.

Foi registrada uma tentativa de fraude na aplicação da prova no campus de João Pessoa. Quatro candidatos tentaram burlar as provas utilizando um radiotransmissor, foram presos e eliminados do processo.

Fonte Assessoria

Comentários

Aviso: Todo e qualquer comentário publicado na Internet através do Diamante Online, não reflete a opinião deste Portal.