Juiz pede investigação de vídeo de ex-vereador retirando caixa dágua doada a comunidade de Itaporanga

Vídeo mostra vereador mandando esvaziar reservatório em Itaporanga: "pior fizeram de me derrotar".

A Justiça Eleitoral emitiu uma nota de representação para pedir que a Polícia Federal e o Ministério Público Eleitoral investiguem a retirada, por parte de um ex-vereador, de uma caixa dágua instalada numa comunidade de Itaporanga, no Sertão da Paraíba. A nota foi publicada nesta quarta-feira (22) pelo juiz eleitoral Antonio Eugênio Leite, da 33ª Zona Eleitoral.

A caixa dágua teria sido doada à comunidade pelo atual suplente de vereador Joaquim Salviano (PMDB). Um vídeo, divulgado no YouTube e replicado em grupos de Whatsapp, mostra o vereador de volta na comunidade, esvaziando a caixa dágua para retirar a estrutura do local.

“Se quiser me prender, pode me prender, onde eu estiver. Eu vou levar o que é meu, estou com documento no bolso, que eu comprei, paguei”, diz o político no vídeo.

No vídeo, é possível escutar Joaquim dizendo que estava tirando a estrutura porque chegou água nas casas e a caixa dágua não seria mais necessária na comunidade. “Se eu não tivesse precisando, tudo bem. Mas é que eu preciso”, afirma.

O vídeo foi publicado no YouTube na segunda-feira (20). A data que as imagens foram feitas não foi informada. 

Na nota de representação, o juiz eleitoral se refere à retirada da caixa dágua como uma “possível ocorrência de fatos graves”, “motivada pelo insucesso no pleito eleitoral de 2016”.

Segundo o magistrado, a PF e o MPE têm competência para investigar o caso e identificar os possíveis crimes cometidos pelo suplente. Ele explicou que as datas de quando a caixa dágua foi doada e retirada também devem ser investigadas.

O G1 tentou falar com Joaquim Salviano, mas as ligações não foram atendidas. O político foi eleito vereador de Itaporanga pela última vez em 2012, pelo quociente partidário, segundo dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Fonte G1PB

Comentários

Aviso: Todo e qualquer comentário publicado na Internet através do Diamante Online, não reflete a opinião deste Portal.