Polícia Civil confirma identificação de sete corpos de vítimas de incêndio no CT do Flamengo

Os corpos de Gedson Santos, Athila Paixão e Esmério Cândido, foram os últimos corpos a serem reconhecidos.

A Polícia Civil confirmou a identificação, por meio de exame de arcada dentária, de mais três atletas das categorias de base do Clube de Regatas do Flamengo, que morreram ontem (8) no incêndio no Centro de Treinamento George Helal, conhecido como Ninho do Urubu, na Vargem Grande. São eles: Gedson Santos, de 14 anos, da cidade de Itararé (SP); Athila Paixão, de 14 anos, atacante do clube, nascido na cidade de Lagartos (SE); e o goleiro Christian Esmério Cândido, 15 anos, do Rio de Janeiro. Com isso, sobe para sete o número de atletas identificados.

Goleiro do Flamengo e da seleção brasileira sub-15, Christian nasceu em Madureira, na zona norte e foi convocado pela primeira vez em novembro de 2018. Em janeiro deste ano, foi convocado para atuar na categoria sub-17. Christian se destacou ainda na conquista do Flamengo da Copa Nike sub-15, vencida pelo clube em abril do ano passado. Na semifinal contra o Grêmio, o goleiro defendeu um pênalti. Na grande decisão, mais dois, contra o São Paulo. Tido como herói do título, ele posou ao lado da taça e afirmou que a conquista ficaria “sempre” em sua memória.

O atacante Athila Paixão chegou ao Flamengo em abril de 2018. Antes, jogou pela Escolinha Geração do Futuro,Athila retornou ao Rio de Janeiro no último domingo (3), ao fim das férias em sua cidade natal.

Já o meio-campista Gedson Santos era o mais novo integrante das equipes de base do Flamengo. Chegou ao clube no início do mês após jogar pelo Athletico Paranaense. 

Fonte Agencia Brasil

Comentários

Aviso: Todo e qualquer comentário publicado na Internet através do Diamante Online, não reflete a opinião deste Portal.