O ambiente em foco nas ruas. Leia mais sobre esse tema!

Venha conhecer as maiores preocupações e alguns dos movimentos internacionais.

As questões ambientais têm marcado grandemente as narrativas dos mídia internacionais e, em 2019, os acontecimentos geraram um desconforto global quanto à forma como a Natureza tem sido devastada pela ação humana. Venha conhecer as maiores preocupações e alguns dos movimentos internacionais.

As questões da sustentabilidade do planeta estão longe de ser novas. Ainda assim, a par com um povo cada vez mais atento, devido à ação de sensibilização movida pelos mídia; também os acontecimentos internacionais viriam criar uma particular atenção sobre esta temática no ano que agora terminou.

Em vários momentos dos últimos anos, temos assistido a acontecimentos preocupantes, que levam milhões de pessoas às ruas, em manifestações e protestos ao redor do mundo, em defesa do meio ambiente.

Vozes jovens e duras, como a da jovem ambientalista Greta Thunberg, têm servido para gerar ainda algumas polêmicas, que ajudam também a garantir que o mundo coloca os olhos sobre as questões do meio ambiente.

Com tudo isto em mente, vale a pena pensar em algumas das situações às quais temos vindo a assistir nos últimos anos e nos movimentos realizados para contrariá-los. Saiba mais sobre a forma como o ambiente se encontra em foco nas ruas.

O degelo e o aquecimento global

A notícia de que a Gronelândia teria perdido 40% da sua camada gelada em menos de um dia ou a fotografia do urso polar morto devido à fome levantaram grandes questões quanto ao aquecimento global e a forma de combate-lo.

Recentemente, os oceanos atingiram índices históricos de temperaturas elevadas, que parecem preocupar os especialistas e os ambientalistas de todo o mundo.

Os incêndios e a devastação amazônica

Entre os meses de Janeiro e Agosto de 2019, a América do Sul foi alvo de mais de 60 mil incêndios, muitos dos quais decorreram na Amazônia.

Esta situação preocupou o mundo por duas principais razões: pela devastação de um dos principais pulmões da Terra; e pela forma como esta estava a ser promovida por razões de ordem económica e para privilegiar as empresas brasileiras.

Muitas manifestações têm levado milhares de pessoas à rua, em todo o mundo, numa crítica face às políticas de Jair Bolsonaro.

O crude nas orlas oceânicas

A libertação de crude e a poluição dos oceanos foi outra das temáticas que levou a protestos internacionais e que envolviam o Brasil.

Madrid foi o local onde mais pessoas se manifestaram, juntamente com a organização 350.org, tendo o protesto decorrido junto da sede da Repsol, durante a Conferência das Nações Unidas sobre Alterações Climáticas, e mencionando, em particular as 10 mil toneladas de crude derramadas na orla brasileira.

Os incêndios na Austrália

Também Sydney recebeu protestos, devido aos vários focos de incêndio que se encontram a destruir as florestas australianas.

As imagens chocantes dos acontecimentos recentes levaram a que o governo local fosse acusado, em protestos diversos, de inação; sendo ainda criticada a sua postura face à exploração mineira local.

Apesar do fumo e da toxicidade do ar, centenas de pessoas aderiram às manifestações.

Fonte Assessoria

Comentários

Aviso: Todo e qualquer comentário publicado na Internet através do Diamante Online, não reflete a opinião deste Portal.