Chuva de meteoros do Cometa Halley vai iluminar a noite da Paraíba

O fenômeno poderá ser observado na madrugada desta terça para a quarta (6).

A chuva de meteoros Eta Aquáridas, formada dos detritos do famoso Cometa Halley, poderá ser vista na Paraíba na madrugada desta terça-feira (5) para a quarta-feira (6). Segundo a Associação Paraibana de Astronomia (APA), em condições ideais de observação, ela pode apresentar até 40 meteoros por hora.

Os meteoros poderão ser visto em todo o Hemisfério Sul do planeta. Por sua localização geográfica, o Nordeste será privilegiado, já que essa chuva é melhor observada nas regiões tropicais do planeta. Será uma excelente oportunidade para acordar mais cedo e observar a melhor chuva de meteoros do ano.

Uma chuva de meteoros é um espetáculo astronômico dos mais democráticos. Pode ser observada por qualquer pessoa que possua uma visão razoável e acesso a algum pedaço de céu. Não é preciso de telescópios, câmeras e nem de nenhum equipamento especial.

Importante lembrar que o mundo vive uma pandemia e por isso, a melhor maneira de observar essa chuva de meteoros é ficando em casa. Procure um quintal, jardim, varanda, ou qualquer área que lhe forneça uma boa visão do céu. De preferência um local escuro ou o mais escuro possível. Uma cadeira de praia é excelente para se deitar e observar o céu de forma mais confortável, mas se não tiver, pode utilizar um colchão ou algumas almofadas para se acomodar. Se a temperatura estiver baixa, cobertas e uma garrafa de café quente à mão podem ser boas companheiras para a noite de observação.

 Meteoros

Esse ano, a Lua em fase crescente, deve atrapalhar a visualização da Eta Aquáridas nas primeiras horas da madrugada. Entretanto, ela deve se pôr por volta das 3h, justamente quando a Eta Aquáridas entra em sua melhor fase, onde poderão ser vistos até 40 meteoros por hora.

É uma chuva bastante constante e nunca decepciona. Sempre apresenta uma boa quantidade de meteoros na noite da máxima e nas noites anterior e posterior também. São formados por fragmentos que atingem a Terra a uma velocidade média de 70 Km/s (252 mil Km/h), o que gera meteoros muito rápidos e luminosos, alguns deles deixando uma trilha ionizada por alguns segundos. Não é algo muito comum, mas alguns meteoros da Eta Aquáridas podem ser bastantes luminosos e explosivos.

Fonte Jornal da Paraíba

Comentários

Aviso: Todo e qualquer comentário publicado na Internet através do Diamante Online, não reflete a opinião deste Portal.