Tribunal de Justiça da Paraíba quer mais segurança e parceria com a Polícia Civil

Para o primeiro foco, o TJ deverá realizar treinamentos de defesa pessoal e direção defensiva com os juízes.

O Tribunal de Justiça da Paraíba realizou nessa segunda-feira, 1º de fevereiro, uma reunião para estabelecer o Plano de Ação 2016. E entre os pontos da pauta estão medidas que proporcionem mais segurança para os magistrados e o estreitamento das relações com a Polícia Civil.

Para o primeiro foco, o TJ deverá realizar treinamentos de defesa pessoal e direção defensiva com os juízes. O Tribunal vai promover ainda um seminário sobre Segurança Pública e o papel do Poder Judiciário no setor. O evento deverá ocorrer no mês de junho.

Em matéria publicada por sua assessoria, o TJPB informa que “outro tema discutido foi a indicação de três nomes para a formatação do convênio entre o TJPB e a instituição policial, para ter início à parceria do Gabinete da Assessoria Polícia Civil, junto ao TJ, criado com o intuito de oferecer uma maior segurança aos magistrados, e para haver um maior entendimento sobre as estruturas de cada um, através da cooperação entre ambos”.

Participaram da reunião, o presidente da comissão, desembargador Oswaldo Trigueiro do Valle Filho, o desembargador Carlos Martins Beltrão Filho, o juiz auxiliar da presidência, Carlos Neves Franca Neto, o presidente da Associação dos Magistrados da Paraíba (AMPB), juiz Horácio Ferreira de Melo Júnior, o magistrado Ricardo Vital de Almeida e o gerente operacional de Segurança Institucional, coronel Gilberto Moura.

Fonte ParaibaemQAP

Comentários

Aviso: Todo e qualquer comentário publicado na Internet através do Diamante Online, não reflete a opinião deste Portal.