Virgolino cobra “vergonha na cara” do G11 e apoio a impeachment

No pedido de impeachment, a oposição entende que o governador não coibiu os eventuais crimes cometidos pelos seus auxiliares, alvos de investigação na Operação Calvário.

Autor do pedido de impeachment contra o governador João Azevêdo (Cidadania) e a vice-governadora Lígia Feliciano (PDT), o deputado estadual Walber Virgolino (Patriota) desafiou o G11, grupo paragovernista na Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), a apoiar a cassação dos mandatos.

“Se o G11 tiver vergonha na cara vai votar com a gente, porque o que João Azevêdo e Damião tem falado nas rádios, totalmente desacreditando o G11 e a sua lealdade para com o governo. Se eles tiverem o mínimo de decência e preocupação com seus mandatos, vão votar pelo impeachment”, disse Virgolino em entrevista ao Hora H, da Rede Mais de Rádio, transmitido em João Pessoa pela Rádio POP FM (89.3).

No pedido de impeachment, a oposição entende que o governador não coibiu os eventuais crimes cometidos pelos seus auxiliares, alvos de investigação na Operação Calvário. “O governador sabia dos crimes cometidos pelas organizações sociais. Todo mundo viu as denúncias do Gaeco (Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado). E o que o governador fez? Ele prorrogou os contratos das organizações sociais”, destaca a peça.

 

Fonte MaisPB

Comentários

Aviso: Todo e qualquer comentário publicado na Internet através do Diamante Online, não reflete a opinião deste Portal.