Flamengo vai à Europa em busca de treinador

Primeiro encontro aconteceu em Madri.

Não é segredo para ninguém que o Flamengo, representado pelo vice-presidente Marcos Braz e o diretor Bruno Spindel, está na Europa para entrevistar candidatos ao posto deixado por Jorge Jesus (o primeiro encontro aconteceu em Madri, com o espanhol Doménec Torrent).

Mas os dirigentes aproveitam a estadia no Velho Continente para costurar acordos financeiramente importantes, que podem render até 2 milhões de euros (R$ 12,2 milhões) ao clube.

A primeira metade do valor virá do Benfica, que, conforme já acertado com o Flamengo, precisa pagar a multa rescisória de Jorge Jesus. O Mister quebrou o contrato recém-renovado até junho de 2021, portanto precisaria arcar com 1 milhão de euros (R$ 6,1 milhões na cotação atual) pelo distrato.

Segundo o "Globoesporte.com", o Flamengo espera a resolução de trâmites burocráticos, normais em uma transação financeira internacional, para colocar a mão no dinheiro. Vale lembrar que Jesus já assinou com o Benfica um contrato de três anos e vai receber, segundo especula a imprensa portuguesa, algo em torno de 3 milhões de euros (R$ 18,3 milhões) líquidos por temporada.

Já a outra metade do valor que o Flamengo pode receber é do Braga. De acordo com o jornal A Bola, o clube português pagará 1 milhão de euros (R$ 6,1 milhões) para contratar o volante Piris da Motta. Os cartolas rubro-negros, então, aproveitariam a estadia na Europa para finalizar a negociação.

A prioridade, porém, ainda é a definição de um futuro treinador. Além do jantar com Torrent, Braz e Spindel têm reuniões marcadas com o português Carlos Carvalhal, que levou o Rio Ave à sua primeira Liga Europa na história e em seguida anunciou a saída do clube.

 

Fonte Esportes r7

Comentários

Aviso: Todo e qualquer comentário publicado na Internet através do Diamante Online, não reflete a opinião deste Portal.