PT confirma candidatura de Marília Arraes no Recife

Com a decisão do PT, a eleição na capital pernambucana terá o duelo entre uma neta e um bisneto do ex-governador Miguel Arraes.

 

O diretório nacional do PT decidiu em votação nessa sexta-feira (13) que a deputada federal Marília Arraes será a candidata do partido à Prefeitura de Recife. A decisão rompe uma aliança que havia no estado com o PSB.

Com a decisão do PT, a eleição na capital pernambucana terá o duelo entre uma neta e um bisneto do ex-governador Miguel Arraes. João Campos, filho de Eduardo Campos, será o candidato do PSB.

As direções do PT em Pernambuco era contra a candidatura de Marília. O senador Humberto Costa ameaçou não fazer campanha para a deputada.

Veja a íntegra da resolução que confirmou Marília para a Prefeitura do Recife:

Proposta de Resolução
Eleições 2020 na Região Nordeste

Considerando que a disputa eleitoral de 2020 para o PT tem o sentido estratégico de defesa do projeto nacional do Partido.

Considerando que nas capitais dos Estados a direção nacional do Partido soma esforços para que o PT dispute as eleições majoritárias e proporcionais de 2020 em condições de levar o debate com competividade e dar importantes passos para derrotar Bolsonaro e seu governo.

Considerando que na região Nordeste, onde o PT governa quatro Estados, o PT precisa manter e consolidar a força política e social que construiu, como um símbolo para todo o Brasil.

O Diretório Nacional do PT

RESOLVE

1. Determinar o lançamento de candidatura própria em TODAS as capitais dos Estados da região Nordeste.

2. Define as candidaturas de Márcio Macêdo, em Aracaju-SE; Marília Arraes, no Recife-PE e Fábio Novo, em Teresina-PI.

3. Acompanha o processo de definição das candidaturas em Salvador-BA, Maceió-AL, João Pessoa-PB, Natal-RN, Fortaleza-CE e São Luís-MA.

4. Essa estratégia de fortalecimento partidário deve ser compreendida no âmbito eleitoral, sem qualquer prejuízo à unidade nacional das forças populares nos esforços contra o projeto de destruição social do governo Bolsonaro.

Fonte Assessoria

Comentários

Aviso: Todo e qualquer comentário publicado na Internet através do Diamante Online, não reflete a opinião deste Portal.