Ativistas culturais cobram auxílio emergencial da prefeitura de Diamante; ninguém sabe quem é secretária

Outros municípios da região já abriram o cadastro de levantamento dos seus agentes culturais.

Em contato com a redação do portal DiamanteOnline na manhã desta quarta-feira (05), um grupo de ativistas culturais disseram que estão esperando a ajuda financeira emergencial da Prefeitura Municipal de Diamante (PB), que até o momento não se pronunciou se vai ou não abrir cadastros para o setor cultural local.

Segundo um dos integrantes do grupo, a secretária é uma pessoa desconhecida na cidade e por isso não houve nenhum diálogo com a ela. “Ninguém sabe informar quem é essa secretária, e por isso temos que recorrer aos meios de comunicação para chamar a atenção da gestão”, comentou. 

Em consulta realizada no Portal de Transparência do município, consta que Cissa de Kassia Grangeiro de Morais é a ocupante do cargo comissionado, recebendo mensalmente a quantia de R$ 2.500,00.

Outros municípios da região já abriram o cadastro de levantamento dos seus agentes culturais, separando por áreas e setores de atividades artísticas.

Estão inclusos neste auxílio, pessoas que trabalham com artes cênicas, artes plásticas, arte visual e audiovisual, artesanato, literatura, biblioteca particular cultural, escritores, corais, bandas, músicos, patrimônio histórico, cultural e natural, repentistas, poetas, etc.

O Auxílio Cultural está previsto na Lei Nº 14.017, de 29 de junho de 2020.

Fonte Diamante Online

Comentários

Aviso: Todo e qualquer comentário publicado na Internet através do Diamante Online, não reflete a opinião deste Portal.