Réu que tentou matar dentista em Coremas é condenado a mais de 14 anos de prisão

Crime aconteceu em 2020. Vítima sobreviveu e prestou depoimento.

O Tribunal do Júri da Comarca de Coremas (PB) condenou, em sessão nessa segunda-feira (8), o réu Acácio Lacerda da Silva, 34 anos, a uma pena de 14 anos, 8 meses e 7 dias de reclusão por homicídio qualificado tentado. Ele deu seis facadas em um odontólogo, de 73 anos, porque não teria gostado do serviço do profissional.

O crime aconteceu na manhã do dia 15 de dezembro de 2020, dentro do consultório da vítima. O dentista não chegou a óbito e compareceu ao julgamento para prestar depoimento. 

+Odontólogo é esfaqueado por paciente dentro de consultório, em Coremas; polícia prende suspeito

A defesa alegou desistência voluntária e insanidade mental do réu, mas as teses não foram aceitas pelo Conselho de Sentença. O julgamento teve a participação do promotor Leidmar Bezerra, que sustentou as qualificadoras de motivo fútil e de recurso que, que foram reconhecidas pelos jurados.

Nesta quarta-feira (10), às 7h, será realizada outra sessão do Tribunal do Júri, para julgar o réu José Simão de Andrade, acusado de tentar matar a sua genitora.

Diamante Online

Comentários

Aviso: Todo e qualquer comentário publicado na Internet através do Diamante Online, não reflete a opinião deste Portal.