Caixa paga 1ª parcela a nascidos em agosto e beneficiários do Bolsa Família com NIS final 4

10 milhões de beneficiários do Bolsa Família receberão o Auxílio Emergencial em abril

A Caixa Econômica Federal paga, nesta quinta-feira (22), a primeira parcela do Auxílio Emergencial 2021 para mais dois grupos de trabalhadores. Quem recebe desta vez são os beneficiários que fazem parte do Bolsa Família cujo número do NIS se encerra em 4. Também recebem nesta quinta os trabalhadores que não fazem parte do Bolsa e com aniversário em agosto.

Segundo o Ministério da Cidadania, 10 milhões de beneficiários do Bolsa Família receberão o Auxílio Emergencial em abril – num total de R$ 2,98 bilhões. Mais de 50% desse público (5,098 milhões de pessoas) são mulheres chefes de família, que receberão R$ 375 cada uma. Outros 3,34 milhões receberão parcelas de R$ 250, enquanto 1,56 milhão terão pagamentos de R$ 150.

Como serão os pagamentos
Para os trabalhadores que fazem parte do Bolsa Família, a ajuda creditada nesta quinta será paga da mesma forma que o benefício original.

Para os demais, a ajuda paga será creditada em conta poupança social digital da Caixa, que poderá ser usada inicialmente para pagamento de contas e compras por meio do cartão virtual. Saques e transferências para quem receber o crédito nesta quinta serão liberados no dia 11 de maio (veja nos calendários mais abaixo).

VEJA QUEM RECEBE NESTA QUINTA:

trabalhadores do Cadastro Único e inscritos via site e app, nascidos em agosto, que receberam o benefício em dezembro
trabalhadores que fazem parte do Bolsa Família, cujo número do NIS termina em 4, e que se enquadram nos critérios do programa
Os trabalhadores podem consultar a situação do benefício pelo aplicativo do auxílio emergencial, pelo site auxilio.caixa.gov.br ou pelo https://consultaauxilio.cidada...

Os integrantes do Bolsa Família que julgarem que se enquadram nos critérios determinados pela legislação do Auxílio Emergencial 2021 e não foram contemplados em abril podem fazer a contestação no Portal de Consultas da Dataprev. O período de contestações para esse público segue até 1º de maio.

Fonte ClickPB

Comentários

Aviso: Todo e qualquer comentário publicado na Internet através do Diamante Online, não reflete a opinião deste Portal.