Embaixada da China recusa desculpas e diz que Eduardo Bolsonaro espalha boatos

Eduardo Bolsonaro iniciou nesta quarta-feira uma crise diplomática entre Brasil e China, após responsabilizar o país asiático pela pandemia de coronavírus.

A Embaixada da China não aceitou o pedido de desculpas de Eduardo Bolsonaro.

No Twitter, a embaixada voltou a criticar o deputado.

"Os seus argumentos mostram que você não está arrependido pela sua atitude, tampouco ciente dos seus erros. Ao continuar a optar por ficar no lado oposto ao povo chinês,  está indo cada vez mais longe no caminho errado", publicou a representante chinesa no Brasil.

A embaixada também afirmou que o zero três "tem gastado tempo e energia para atacar deliberadamente a China e espalhar boatos" e que "quem insiste em atacar e humilhar o povo chinês acaba sempre dando um tiro no próprio pé".

Eduardo Bolsonaro iniciou nesta quarta-feira uma crise diplomática entre Brasil e China, após responsabilizar o país asiático pela pandemia de coronavírus.

O embaixador chinês no Brasil, Yang Wanming, criticou o deputado e chegou a dizer que o zero três "contraiu um vírus mental" em Miami. Depois, Eduardo respondeu afirmando que sua intenção "nunca foi a de ofender o povo chinês ou de ferir o bom relacionamento existente" entre os dois países.

Fonte Época Globo

Comentários

Aviso: Todo e qualquer comentário publicado na Internet através do Diamante Online, não reflete a opinião deste Portal.