Com flexibilização, arrecadação de impostos sobe quase 8,4% na PB

Foi a primeira vez que a arrecadação teve alta.

A arrecadação dos dos três impostos estaduais (ICMS, IPVA e ITCD), no mês de agosto, registrou alta de 8,37%, quando comparada a igual período de 2019. Foi a primeira vez que a arrecadação da receita própria teve alta, puxada pelo ICMS, após quatro meses de queda (abril a julho), devido a flexibilização das atividades econômicas afetadas pela pandemia. Os dados foram divulgados pela Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz-PB), nesta segunda-feira (14).

O Boletim publica também as perdas de arrecadação própria dos três tributos estaduais no período de abril a agosto de 2020, meses de impactos da pandemia, que somaram R$ R$ 201 milhões. Em valores absolutos, o ICMS liderou as perdas nesse período com R$ 192,6 milhões, seguido do ITCD com R$ 17,8 milhões. Apenas o IPVA registrou alta de R$ 9,5 milhões.

Boletim Covid-19
O ‘Boletim Covid-19’, que é uma ação conjunta de diversas gerências da Sefaz-PB, é mensal. O informativo, em sua elaboração, tem contribuições da Gerência Operacional de Informações Econômico-Fiscais (Goief), da Gerência Executiva de Arrecadação e de Informações Fiscais (Geaif), da Gerência de Planejamento (GPlan), da Gerência de Tecnologia e Informação (GTI), da Escola de Administração Tributária (Esat) e da Assessoria de Imprensa.

Fonte Portal Correio

Comentários

Aviso: Todo e qualquer comentário publicado na Internet através do Diamante Online, não reflete a opinião deste Portal.