Paraíba tem terceiro maior aumento de homicídios dolosos no 1º semestre de 2020

Dados do 14º Anuário de Segurança Pública foram divulgados nesta segunda-feira (19).

O número de homicídios dolosos na Paraíba no primeiro semestre deste ano registrou um aumento de 21,5% em relação ao mesmo período do ano passado, segundo dados do 14º Anuário Brasileiro de Segurança Pública, divulgado nesta segunda-feira (19). O estado tem o terceiro maior aumento do país, ficando atrás apenas do Ceará, que registrou variação de 106,9%, no comparativo entre os dois semestres; e do Maranhão, onde houve um crescimento de 23,2%.

Segundo o Anuário da Segurança Pública, no primeiro semestre de 2019 foram registradas 437 homicídios dolosos e, no mesmo período deste ano, 531 casos. A categoria homicídio doloso na Paraíba também inclui as mortes decorrentes de intervenções policiais.

Os dados chamam a atenção tendo em vista que no comparativo entre os anos de 2018 e 2019, houve redução de 22,4% no número de vítimas, com a queda de 1.163 para 907 casos; e do número de ocorrências registradas pela polícia, de 1.109 (2018) para 880 (2019), uma variação de 21,1%.

Queda

Em contrapartida, no primeiro semestre deste ano houve redução no número de latrocínios (roubo seguido de morte), de 15 para 11 casos, uma redução de 26,7%; e de lesão corporal seguida de morte, com redução ainda maior de 6 para 4, o que corresponde a uma queda de 33,3%.

No caso de policiais civis e militares vítimas de crimes violentos letais intencionais, se manteve em apenas um no comparativo entre os dois semestres. O número é positivo, no comparativo feito pelo Anuário, com os dados de 2018 e 2019, quando o percentual teve um crescimento de 18,8%, com 16 e 19 casos, respectivamente;

“Se, por um lado, a pandemia de Covid-19 não subverteu a ordem pública ou, tampouco, gerou caos social, os números trazidos nesta edição do Anuário Brasileiro de Segurança Pública mostram, por outro lado, que uma reconfiguração do cenário criminal e da segurança pública está em curso e que ela ainda não está totalmente nítida”, destacam os pesquisadores do Fórum de Segurança Público, David Marques e Betina Warmling Barros, na análise do Anuário.

 Morte de mulheres

O isolamento social imposto pela pandemia do novo coronavírus também causou impacto nos número de homicídio doloso com vítimas do sexo feminino no primeiro semestre deste ano. De acordo com o Anuário, foi registrada uma variação de 35,3%, no comparativo de 34 (2019) para 46 (2020). Na Paraíba, o número de homicídios dolosos de mulheres incluem todos os Crimes Violentos Letais Intencionais (homicídios dolosos, latrocínios e lesões corporais seguidas de morte). Em contrapartida, houve redução dos casos de feminicídio no estado em 11,8%, com queda de 17 (2019) para 15 (2020).

Fonte Assessoria

Comentários

Aviso: Todo e qualquer comentário publicado na Internet através do Diamante Online, não reflete a opinião deste Portal.