Pesquisa Modalmais/Futura: Lula mantém 41% e Bolsonaro sobe para 36%

O levantamento foi feito entre os dias 16 e 19 de maio.

Levantamento divulgado nesta quinta-feira (26/5) pelo banco de investimento Modalmais e o instituto Futura Inteligência aponta uma diminuição da vantagem do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) para o presidente Jair Bolsonaro (PL).

Nas pesquisas estimuladas feitas pelo instituto em abril e em maio, o petista aparece, respectivamente, com 41,1% e 41% das intenções de voto. Já o atual mandatário subiu de 35,3%, em abril, para 36% em maio.

Já nas entrevistas espontâneas (quando não são listados os nomes dos candidatos), Bolsonaro e Lula estão tecnicamente empatados. O ex-presidente apresenta 37,6% e o chefe do Executivo federal, 34,4%. No mês passado, esses percentuais eram, respectivamente, 36,3% e 33,1%, também em empate técnico.

Em relação ao cenário estimulado — quando os nomes dos candidatos são apresentados aos eleitores –, na pesquisa divulgada nesta quinta, João Doria (PSDB) ocupa o terceiro lugar, com 2,5% de intenção de voto. Contudo, nesta semana, o tucano anunciou a retirada de seu nome da corrida presidencial.

O levantamento foi feito entre os dias 16 e 19 de maio, portanto, anterior ao anúncio do ex-governador de São Paulo.

Em seguida, aparecem Ciro Gomes (PDT), que pontuou 5,6%; Doria, com 2,5%; André Janones (Avante), com 2,4%; Simone Tebet (MDB), 0,9%; Luiz Felipe D’Ávila (Novo), 0,4%; e Vera Lúcia (PSTU) e Leonardo Pericles (UP), empatados em 0,2%.

As citações a Luciano Bivar (União Brasil) e José Maria Eymael (DC) não foram consideráveis. Os que não souberam ou não responderam somaram 5,2% e brancos e nulos, 5,6%.

Espontânea
Abaixo de Lula (37,6%) e Bolsonaro (34,4%) na pesquisa espontânea, os adversários não chegam a 3%.

Completam a lista Ciro Gomes (2,2%), João Doria (0,6%), Janones (0,4%), Tebet (0,2%), Bivar (0,1%), D’Ávila (0,1%) e Péricles (0%). Brancos e nulos aparecem com 5,4%, e os que não sabem somam 18,1%.

Foram entrevistadas 2 mil pessoas entre 16 e 19 de maio de 2022. A margem de erro para mais ou para menos é de 2,2 pontos percentuais. A confiabilidade da pesquisa, registrada no Tribunal Superior Eleitoral sob o número BR-05658/2022, é de 95%.

Segundo turno
A pesquisa avaliou também possíveis cenários para o segundo turno. Contra Bolsonaro, Lula tem 49% das intenções de voto, enquanto o atual presidente soma 40,08%.

Em relação a eventual embate entre Ciro Gomes e Bolsonaro, o levantamento registrou que Bolsonaro tem 42,2% e Ciro, 39,8%.

Metropoles

Comentários

Aviso: Todo e qualquer comentário publicado na Internet através do Diamante Online, não reflete a opinião deste Portal.