Panificadora nega ter enviado bolo estragado para SAMU de Itaporanga

Funcionários haviam gravado um vídeo afirmando que a empresa forneceu o produto estragado para a base do serviço móvel.

A Panificadora Xavier, por meio do portal DiamanteOnline, veio a público neste sábado (15) esclarecer um fato que ocorreu recentemente na base do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) de Itaporanga - PB, em que dois funcionários mostram um bolo e afirmam que a empresa teria fornecido material estragado para eles.

Conforme os responsáveis pela panificadora, o alimento foi realmente enviado pela companhia de confeites, mas foi dias antes da filmagem feita pelos servidores, ou seja, quando o produto já estava ruim e tinha passado do prazo de validade para alimentação. Segundo eles, pelo próprio vídeo dá para perceber que a mercadoria não é do dia da gravação.

“No vídeo tem dois bolos, um pedaço de bolo e leite e um comum, porém dá pra perceber que não foi bolo entregue do dia. É um ato de sacanagem o que estão fazendo com a empresa, em que há vários pais de família trabalhadores que lutam sempre para dá o melhor. É uma empresa que abastece vários órgãos públicos e federais no Vale do Piancó”, disse, em nota, os responsáveis pela empresa.

Ainda segundo a panificadora, providências estão sendo tomadas e o caso será levado à Justiça.

“Temos testemunhas e provas que isso é uma sacanagem com a imagem da Panificadora. A empresa já está tomando as providências judiciais e entrará com um Processo por damos morais contra os participantes da gravação do vídeo”, disse.

Confira o vídeo dos funcionários: 

Fonte Diamante Online

Comentários

Aviso: Todo e qualquer comentário publicado na Internet através do Diamante Online, não reflete a opinião deste Portal.