Requerimento solicita antecipação de vacina para portadores de Síndrome de Down e autismo em Itaporanga

Ainda não há previsão de vacinação para os dois grupos, que são prioritários.

Em requerimento protocolado na Secretaria Municipal de Saúde de Itaporanga nessa segunda-feira, 5, a advogada e ativista social Loloza Figueiredo pediu que a secretaria antecipe a vacinação contra a Covid-19 para pessoas portadoras da síndrome de Down e com Transtorno do Espectro Autista.

Embora esse público esteja no grupo prioritário para a imunização, ainda não há perspectiva quanto ao tempo que ele será vacinado em Itaporanga, o que motivou a advogada a requerer a antecipação. Em seu pedido, ela lembra que, conforme estudo científico, os portadores de Down são bem mais vulneráveis à Covid-19: têm quatro vezes mais risco de internação hospitalar e dez vezes mais risco de morte pela doença viral em comparação com as pessoas fora dessa condição.

Loloza também argumentou que vários municípios do país, inclusive João Pessoa, já tomaram a iniciativa de antecipar a vacinação para os portadores de Down por entender a urgência dessa imunização. Em Itaporanga, são dezenas de pessoas com a síndrome, entre as quais Emmanoel Figueiredo, filho da advogada. 

Folha do Vale

Comentários

Aviso: Todo e qualquer comentário publicado na Internet através do Diamante Online, não reflete a opinião deste Portal.