Menu
Mundo

Vídeo: filmagem mostra filho de executivo de Hollywood jogando corpo da esposa em lixeira

O caso colocou uma família proeminente de Hollywood no centro de uma investigação criminal.

Da Redação do Diamante Online

20/11/2023 às 18:00 | Atualizado em 06/05/2024 às 12:25

O filho de um outror proeminente agente e executivo de Hollywood foi acusado do assassinato de uma mulher que os investigadores acreditam ser sua esposa e cujos restos mortais foram encontrados numa lixeira em Los Angeles esta semana, disse a polícia.

Uma porta-voz do Departamento de Polícia de Los Angeles disse que os investigadores acreditam que a mulher cujo torso foi encontrado na quarta-feira (8) seja Mei Li Haskell, mulher do suspeito, Samuel Haskell Jr.

Haskell Jr foi preso sob acusação de matar a mulher e os sogros, que seguem desaparecidos. Um vídeo obtido pelo site TMZ mostra o homem estacionando seu carro branco e carregando um saco preto que estava no porta-malas. As investigações apontam que o torso de sua mulher estaria na sacola, deixada no local por ele.

As autoridades ainda procuram os sogros de Haskell, Yanxiang Wang, de 64 anos, e Gaoshan Li, de 71, que continuavam desaparecidos.

O detetive Efren Gutierrez, da polícia de Los Angeles, disse em entrevista coletiva que policiais foram enviados para uma residência em Coldstream Terrace, em Tarzana, Califórnia, na noite de terça-feira, porque trabalhadores da construção civil relataram ter visto um cadáver em um saco plástico.

O caso colocou uma família proeminente de Hollywood no centro de uma investigação criminal: o acusado é filho de Sam Haskell III, um veterano agente de talentos e produtor de cinema, e de Mary Haskell, uma atriz que em 1977 foi coroada Miss Mississippi. A irmã de Samuel Haskell, Mary Lane Haskell, também é atriz.

Sam Haskell III produziu vários programas de televisão e vários filmes e programas sobre Dolly Parton, incluindo uma série Netflix de 2019 inspirada nas canções da lendária estrela country.

O patriarca já trabalhou na Agência William Morris, onde foi vice-presidente executivo no final da década de 1990. Ele foi considerado um dos agentes mais poderosos do setor, representando clientes importantes como George Clooney, Ray Romano e Whoopi Goldberg.

Folha de Pernambuco

Anúncio full