Pedreiro que desapareceu de obra é encontrado sem vida em açude de Itaporanga

Casado, pai de dois filhos e residente no município de Aparecida, ele estava desaparecido desde a madrugada dessa quinta

Depois de dois dias de procura, o corpo do pedreiro Adriano Moreira Pompeu, conhecido como Galeguinho, de 31 anos, foi encontrado sem vida nas águas do açude do sítio Capim Grosso, município de Itaporanga, no começo da manhã deste sábado, 24.

Casado, pai de dois filhos e residente no município de Aparecida, ele estava desaparecido desde a madrugada dessa quinta-feira, 22, quando sofreu um súbito desequilíbrio emocional e deixou a escola do sítio Capim Grosso, onde esta estava trabalhando na construção de uma cisterna.

O pedreiro esta a serviço do sindicato dos trabalhadores rurais do município aparecidense, que é o responsável pela execução da obra com recursos federais. Familiares e companheiros tinham a esperança de encontrá-lo ainda com vida, mas, nesta manhã, o corpo foi localizado dentro do açude, o que indica uma possível morte por afogamento. Policiais foram acionados e, depois do trabalho pericial, o corpo será encaminhado a exame necrológico em Patos para a confirmação oficial da causa do óbito.

Fonte Folha do Vale

Comentários

Aviso: Todo e qualquer comentário publicado na Internet através do Diamante Online, não reflete a opinião deste Portal.